Páginas

sábado, 13 de março de 2010

Narrativa Oral

Narrativa Oral – uma jovem de 17 anos de idade,Rio de Janeiro,1993.

Texto Original

F1 - e::...Claire ...agora pra terminar ...eu quero que voce ...dê a sua opiniao pra mim...ou sobre...amizade...namoro...vocaçao...vestibular...

F2 – eh ...eu vou falar sobre a minha família....sobre os meus pais...o que eu acho deles....como eles me tratam....bem...eu tenho uma família....pequena ...ela é composta pelo meu pai...pela minha mãe .... pelo meu irmão ...eu tenho um irmão pequeno de ... dez anos...eh o meu irmão não influencia em nada.... a minha mãe é uma pessoa superlegal...sabe?
ela ...é uma pessoa que conversa comigo...é minha amiga...ela...me mostra sempre a realidade da vida...ela nunca...ela nunca...esconde nada de mim...né? tenta ver o melhor para mim...me mostra a vida como ela é....entendeu?
o meu pai não...o meu pai já é uma pessoa ....ah....ele ...já....é uma pessoa muito fechada...e... triste...porque a juventude dele...a criação dele...foi uma coisa...foi uma coisa/como é que eu vou dizer? eh ...ele foi criado/os pais dele por um clima de ...autoritarismo...entendeu? meu avô era autoritário...ele não via a justiça ...sabe?entendeu?ele foi criado no Norte...no interior...então aque/as pessoas do interior geralmente têm uma mente mais fechada...entendeu?são uma pessoa tipo...entre aspas...ignorantes...nê?entendeu?então é isso que o meu pai ( ) uma visão assim da vida...então é isso que ele passa pra mim...eu não acho certo...ele acha que...ele acha que a pessoa tem que estudar....trabalhar...entendeu?ele não vê nada...ele não conversa comigo...ele não amostra os pontos de vista dele...a minha família ...nesse ponto...eu acho que é....errada...entendeu?porque eu acho que meu pai ...ele tinha que conversar mais comigo...ele tinha que me amostrar mais os fatos...é isso que eu acho errado...às vezes eu fico revoltada com isso ...ele sabe criticar...criticar...me criticar...me recriminar...dizer que eu estou errada...entendeu? é isso que eu acho da minha família...que eu não acho que é um exemplo ...só isso....
...............................
MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita. Atividade de retextualização, 2.ed.,São Paulo:Cortez,2001,p.112,113.
...............................
Uma das possibilidades de retextualização.
Por prof. Eliorefe Cruz Lima

F1: Claire, para terminar, dê-me a sua opinião sobre amizade, namoro, vocação ou vestibular.

F2: Vou falar sobre a minha família.Ela é pequena, composta pelos meus pais e um irmão de dez anos que não influencia em nada.
A minha mãe é uma pessoa muito amiga.Conversa comigo, mostra-me a realidade da vida.Nunca esconde nada de mim.
Já o meu pai é uma pessoa muito fechada e triste.Ele foi criado no Norte num clima de autoritarismo pelos meus avós.Por isso ele tem uma mente muito fechada.Não tem um ponto de vista próprio nem dialoga comigo.Só sabe me recriminar e criticar.Ele acha que a vida é só trabalhar e estudar.Eu acho esse tipo de comportamento errado.Isso às vezes me deixa revoltada. As atitudes dele contribuem para que a minha família não seja um bom exemplo.

Nenhum comentário: