Páginas

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Veja todos os temas de redação já cobrados no Enem

Texto para reflexão
Estar por dentro de atualidades ajuda na redação do Enem, afirmam especialistas
Ana Okada
Simone Harnik
Em São Paulo

Saber o que está acontecendo no mundo pode ajudar na hora de fazer a redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009. "Da minha experiência nas provas do Enem, percebo que todas as redações do exame sempre têm foco em atualidades", diz a professora de português do Colégio Vértice, Liliana Castanho.
Para quem está apreensivo com o Enem, vai uma boa notícia: nada se altera na redação, diferentemente da parte objetiva do exame, que teve o número e o conteúdo das questões ampliados.
"O modelo da redação será igualzinho ao dos anos anteriores. Não mudaram os critérios", afirma Heliton RibeiroTavares, diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável por toda a logística e aplicação da prova.A redação contará como parte da nota da seleção de calouros para universidades e institutos federais.
O que deve ter uma boa redação?
A redação, segundo a professora Liliana, deve seguir, primeiramente, a estrutura do texto dissertativo, com a tese, a defesa da tese e a conclusão: "Escrever dessa maneira já é meio caminho andado. O que os examinadores querem ver é se o estudante consegue colocar suas ideias no papel, com argumentos sólidos, e sem fugir do tema".
Um bom início para uma redação de sucesso, segundo a professora, está no rascunho do texto. "É muito importante o rascunho, porque nele você tem a liberdade para ler mais uma vez, mudar. Não basta só elencar os argumentos em itens e escrever. É preciso fazer o esboço do texto e só depois escrever a caneta", diz.
Como se preparar?
Para se preparar para a redação, Liliana dá a seguinte dica: "O estudante tem que ter leitura; se ele não tem, não consegue redigir, porque não terá argumentos", diz. "A leitura de ensaístas {ensaio - prosa livre que versa sobre tema específico, sem esgotá-lo, reunindo dissertações menores, menos definitivas que as de um tratado formal, feito em profundidade – Dicionário Houaiss} que tratem de temas como educação, saúde, política, conflitos religiosos e raça, por exemplo, pode ajudar a formar bons argumentos na hora de fazer o texto".
"Prestar bastante atenção nas matérias de história, geografia, filosofia e biologia também ajuda o aluno do ensino médio a ter repertório para a redação; assim, ele pode 'fazer a ponte' entre o que é ensinado e o que é pedido no Enem", diz.
Outra dica da professora é treinar a escrita, tentando elaborar textos a partir de propostas anteriores do Enem ou dos grandes vestibulares: "Em casa, o estudante pode pegar os temas que já foram cobrados, procurar textos relacionados, construir seus argumentos e escrever. Se ele tiver boa vontade, há muito material disponível nas universidades, na internet".
Dois meses antes da prova
Repertório também é palavra-chave para um bom texto na opinião do coordenador de gramática, texto e redação do curso Anglo, Francisco Platão Savioli, junto com o domínio da língua portuguesa: "O conhecimento do código exige aprendizado de longo prazo. Mas para o repertório, quanto mais antenado o candidato estiver, tanto mais 'bala na agulha' para argumentar ele vai ter".
Se você está por fora dos assuntos atuais há uma orientação: "Durante os próximos dois meses antes da prova, é bom dar uma lida nos jornais. Também vale acompanhar os programas de televisão mais analíticos", diz o professor. Na opinião de Savioli, o importante ao ler as notícias é estimular o poder de crítica - questionando os argumentos dos entrevistadores e dos textos.
Temas da redação do Enem
De acordo com Savioli, tentar adivinhar os temas cobrados na dissertação do Enem não ajuda em nada. "O conhecimento prévio do tema pode levar professores a prepararem todos os alunos da mesma maneira. Isso é fatal para a redação, pois ela é feita para avaliar a capacidade de construir um texto próprio e de ter uma reflexão personalizada", diz.
Por sua experiência com vestibulares e com o Enem, Savioli divide os temas de dissertação em três grandes áreas:
1. assuntos que tratam do indivíduo e temas filosóficos - por exemplo, realização profissional, felicidade, amor, paixão, depressão, estresse;
2. a relação do indivíduo com a sociedade - por exemplo, política, solidariedade, relações de poder, cotas, preconceito racial;
3.a relação do indivíduo com o universo biofísico - por exemplo, poluição ambiental, utilização de recursos não-renováveis, preservação do meio ambiente.
Disponível em . Acesso em: 21 jul 2009.
Veja, a seguir, todos os temas de redação já cobrados no Enem, de 1998 a 2008:
1998:Na primeira edição do Enem, o candidato devia escrever sobre o tema "Viver e Aprender", com base na letra de música "O que É, o que É", de Gonzaguinha. A letra diz: "Viver e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz". O tema recomendava que o candidato evitasse citar versos da canção.

1999:Em 1999, o candidato que fez Enem teve de escrever uma dissertação sobre "Cidadania e participação social". Depois de selecionar os argumentos, era necessário escrever uma proposta de ação social. Na foto, está uma passeata pela paz na cidade de Assis (a 440 km de São Paulo)

2000:Os direitos da criança e do adolescente foram o tema da redação do Enem no ano 2000. A proposta cobrava que o candidato se expressasse sobre como enfrentar as situações em que a infância é desrespeitada. Na foto, uma criança cheira cola no vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo.

2001:Em 2001, o candidato que fez Enem era convidado a refletir sobre "desenvolvimento e preservação ambiental". A pergunta a que o candidato devia responder era: "Como conciliar os interesses em conflito?". No decorrer do texto, a banca exigiu que o estudante mostrasse respeito aos direitos humanos. Na imagem, operários trabalham em usina de carvão na China.




2002:A política foi assunto da redação de 2002 do Enem. O candidato devia escrever sobre o seguinte tema:"O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais de que o Brasil necessita?". Em 25 de janeiro de 1984, na praça da Sé, ocorria o comício das Diretas Já, movimento que pedia eleições diretas para presidente do Brasil.

2003:"A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?" Esse foi o tema da dissertação do Enem 2003. O estudante recebeu textos analíticos sobre a violência, além de números sobre os investimentos do Brasil em segurança pública. Na foto, moradores de Paraisópolis são revistados durante operação da Polícia Militar em busca de foragidos da Justiça.

2004:Com trecho da Constituição Federal, análise de especialista e de entidades da sociedade civil, o candidato do Enem 2004 tinha de fazer uma dissertação discutindo como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação.

2005:O trabalho infantil foi a proposta de redação do Enem 2005. Na época, mostrava um gráfico, o número de crianças e jovens de 5 a 17 anos que trabalhavam no país somava 5,4 milhões. Na imagem de dezembro de 2005, um adolescente trabalha como engraxate no centro de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

2006:O poder de transformação da leitura foi o tema da dissertação do Enem 2006. O candidato recebeu uma coletânea de textos falando da importância de ler. Sua única restrição era desenvolver uma redação que respeitasse os direitos humanos.

2007:O respeito à diversidade cultural foi abordado na proposta de redação do Enem 2007. O candidato era convidado a refletir sobre "o desafio de se conviver com as diferenças".

2008:Em 2008, a banca elaboradora do Enem deu três possibilidades de ação para preservar a floresta Amazônica. O candidato tinha de escolher uma delas e mostrar seus pontos positivos e negativos. As três possibilidades eram: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivos financeiros a proprietários que deixarem desmatar; ou ainda aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar.

2009: Com base na leitura dos textos motivadores seguintes e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em norma culta escrita da língua portuguesa sobre o tema O indivíduo frente à ética nacional, apresentando proposta de ação social, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione coerentemente argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Millôr Fernandes Disponível em http://www2.uol com br/milkx. Acesso em: 14 ju! 2009.
Andamos demais acomodados, todo mundo reclamando em voz baixa como se fosse errado indignar-se.
Sem ufanismo, porque dele estou cansada, sem dizer que este é um país rico, de gente boa e cordata, com natureza (a que sobrou) belíssima e generosa, sem fantasiar nem botar óculos cor-de-rosa, que o momento não permite, eu me pergunto o que anda acontecendo com a gente.
Tenho medo disso que nos tornamos ou em que estamos nos transformando, achando bonita a ignorância eloquente, engraçado o cinismo bem-vestido, interessante o banditismo arrojado, normal o abismo em cuja beira nos equilibramos — não malabaristas, mas palhaços.
LUFT.L Ponto de vista. Veja.Ed. 1988.27 dez. 2006 (adaptado).
Qual é o efeito em nós do "eles são todos corruptos"?
As denúncias que assolam nosso cotidiano podem dar lugar a uma vontade de transformar o mundo só se nossa indignação não afetar o mundo inteiro. "Eles são TODOS corruptos" é um pensamento que serve apenas para "confirmar" a "integridade" de quem se indigna.
O lugar-comum sobre a corrupção generalizada não é uma armadilha para os corruptos: eles continuam iguais e livres, enquanto, fechados em casa, festejamos nossa esplendorosa retidão.
O dito lugar-comum é uma armadilha que amarra e imobiliza os mesmos que denunciam a imperfeição do mundo inteiro.
CALLIGARIS. C. A armadilha da corrupção. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br (adaptado).
....................................
Prof. Eliorefe Cruz Lima
Visite meus blogs , twitter e site: http://www.eliorefecruzlima.blogspot.com / http://eliorefecruz.zip.net / http://twitter.com/Eliorefe / http://eli39.sites.uol.com.br/ e-mail: eli39@uol.com.br / E-mail e MNS: eli3964@hotmail.com .

Nenhum comentário: